Você esta aqui Página Inicial Notícias 2015 Fevereiro Conselho Nacional dos Direitos do Idoso discute ações prioritárias para 2015

2015

Fevereiro

Conselho Nacional dos Direitos do Idoso discute ações prioritárias para 2015

26/02/2015

O Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI) realizou nesta quinta-feira (26) a primeira reunião do ano para discutir e definir as ações de 2015. Uma das prioridades será a criação de estratégias para garantir o envelhecimento ativo da população. Segundo o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), 23,5 milhões dos brasileiros têm mais de 60 anos, mais que o dobro do registrado em 1991.

Entre as ações prioritárias destacadas pelo CNDI estão a regulamentação da profissão de cuidador de pessoas idosas e os investimentos na capacitação dos atores e profissionais que atuam na elaboração de políticas públicas e no atendimento direto a esse público. Além disso, é necessário garantir ações de mobilidade das cidades com adequação, por exemplo, de calçadas, edifícios e meios de transporte público para atender a população com mais de 60 anos.

O CNDI discutiu ainda a 4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, prevista para dezembro. O evento terá como tema o "Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa - Por um Brasil de Todas as Idades”

De acordo com a ministra Ideli Salvatti a garantia dos direitos da pessoa idosa é prioridade para a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). “O envelhecimento no Brasil é uma conquista. Os brasileiros estão vivendo mais graças à melhoria da qualidade de vida e a maior cobertura previdenciária, que permitiu a inclusão econômica dessa população”, afirmou. “Com o crescente aumento do número de pessoas idosas vamos trabalhar para ampliar cada vez mais os programas, projetos e ações para esse público. A nossa prioridade é garantir o envelhecimento ativo da população”.

Compartilhar

Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone