Você esta aqui Home Notícias 2017 Agosto Inaugurado Centro de Atendimento Socioeducativo na Paraíba

2017

Agosto

Inaugurado Centro de Atendimento Socioeducativo na Paraíba

Inaugurado Centro de Atendimento Socioeducativo na Paraíba

Foto: José Marques

29/08/2017

O Ministério dos Direitos Humanos e o Governo da Paraíba inauguraram, nesta terça-feira (29), o Centro de Atendimento Socioeducativo Rita Gadelha, em João Pessoa, que tem capacidade para atender 16 socioeducandas, sendo 13 vagas na área de internação e três no setor de acolhimento. O local recebeu investimentos superiores a R$ 1,7 milhão, por meio de convênio entre o Governo do Estado e Governo Federal.

A diretora de Políticas Temáticas da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério dos Direitos Humanos, Fabiana Gadelha, reforçou que a parceria entre os Governos Estadual e Federal vem para reforçar as políticas socioeducativas. “Buscamos promover e desenvolver ações que possam contemplar os programas de direitos da criança e adolescente. Esta é uma obra de direitos humanos com uma estrutura acolhedora e com medidas adequadas para a socioeducação. Espero que este tipo de projeto implantado na Paraíba, com educação integral, possa se estender para outros estados do país”, comentou.

A unidade oferecerá educação integral e ensino profissionalizante para as jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. Segundo o governador Ricardo Coutinho, a socioeducação deve contribuir para a formação de cidadãos capazes de reconstruir sua cidadania e atuar produtivamente na sociedade. “Esse Centro significa a continuidade na qualificação de uma das políticas mais complexas existentes no país. É necessário que os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas passem a ver a vida de forma diferente. Eles precisam ter confiança na vida e entender que é possível se colocarem em um patamar diferenciado ao sair da restrição de liberdade. É por isso que tenho colocado todas as minhas esperanças nesse modelo de educação integral e profissionalizante que implantamos. Com isso, todos terão a oportunidade de ter uma profissão e ainda será possível que eles coloquem em prática o que aprenderam. A cada dia estamos tentando avançar e qualificar o sistema”, disse o governador.

Para o presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac), Noaldo Meireles, o Centro Socioeducativo tem o ambiente ideal para atendimento, cursos profissionalizantes e aulas. “Este local é totalmente adequado de acordo com a política que o Governo do Estado vem implantando, através do modelo de Escola Integral. Aqui temos espaços para o atendimento técnico, para as oficinas, cursos profissionalizantes e, sobretudo, para a escola que é o essencial no cotidiano das unidades”, explicou.

A socioeducanda S.G tem 18 anos, cumpre medida socioeducativa há dez meses e sonha em ser psicóloga. “Cometemos erros, mas temos o direito de mudar e ter um futuro digno. Aprendi que somos aquilo que lutamos para ser e agradeço muito a todos que estão me ajudando nessa jornada. Hoje, faço o 3º ano do Ensino Médio, sou bolsista em um projeto da Universidade Federal da Paraíba e quero ser psicóloga. Espero um dia poder me formar e quem sabe trabalhar neste Centro Socioeducativo ajudando meninas socioeducandas”, comentou.

Fonte: Secom PB

Compartilhar

Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone